Em maio deste ano o Google divulgou que as pesquisas locais por dispositivos móveis estão crescendo 50% mais rápido do que as pesquisas comuns.

Se você trabalha com empresas locais como imobiliárias, desentupidoras e ainda não está sabendo da novidade, desligue seu som, pegue um café e perca cinco minutinhos lendo este conteúdo, acredite, pode ser muito valioso para você.

Já faz um tempinho, mas em abril deste ano, o Google anunciou algumas novas formas para anunciarmos em resultados de buscas locais. Nosso tio Google anda fazendo testes com a cor do anúncio, algumas vezes amarela, outras verdes ou roxo conforme a imagem a baixo.

Nós já utilizamos essa nova função nas campanhas de links patrocinados que administramos aqui na agência e notamos um aumento considerável de impressões de nossos anúncios e uma variação de aumento de cliques de nicho para nicho.

Mais novidade em anúncios locais para dispositivos móveis

Já imaginou enquanto você anda por São Paulo de carro utilizando o Google Maps e enquanto você tenta transitar do ponto “A” ao ponto “B”, você visualize alguns anúncios, promoções ou descontos para incentivar uma paradinha e tomar um café ou almoçar por exemplo?

Agora imagine você, lojista, que possui uma cafeteria, conseguir mostrar o logo de sua cafeteria para um usuário que estivesse se locomovendo com seu veículo através do Google Maps. E pela proximidade dele a sua loja (algumas quadras) quanto seria interessante conseguir mostrar uma promoção ou um preço atraente para este usuário?

Pois é, isso está virando uma realidade para algumas empresas, agora o Google está incluindo alguns “alfinetes” em cima de um logo (pode ser o logo de sua empresa) e, o objetivo deste anúncio é conseguir direcionar visitas diretamente em sua loja física.

Assim como toda grande nova funcionalidade ou testes, esta, só está sendo liberada para apenas algumas empresas lá fora. Para os varejistas saberem se podem ou não utilizar este tipo de anúncio, eles estão entrando em contato direto com seu representante no Google Adwords.

Caso seja liberado aqui no Brasil, ainda não sabemos se seguirá o mesmo esquema que lá fora, ou se já vira liberado para todos. No próximo artigo darei detalhes de como ela funciona atualmente, como será feita sua mensuração e muito mais, fiquem ligado!