A importância das estratégias de SEO não para de crescer. A busca pelas primeiras colocações nos resultados orgânicos dos mecanismos de busca atribui uma visibilidade e uma autoridade tão grandes aos sites que a competitividade aumenta a cada dia. 2018 está chegando, e é hora de ficar de olho nas principais tendências em SEO que o novo ano promete. Confira algumas a seguir:

Conteúdo de relevância e qualidade

O conteúdo e o SEO andam de mãos dadas. Por algum tempo, as pessoas acreditavam que fazer o Google entender que aquele site merecia posicionamentos melhores se resumia a encher as páginas de links e palavras-chave, mesmo que não houvesse nenhum contexto. No entanto, os mecanismos do Google evoluíram para analisar a relevância daquilo que é redigido e a profundidade do tema, de modo que os leitores encontrem um conteúdo que lhes seja útil. Por isso, artigos que vão ao encontro dos interesses do público continuam importantíssimos.

Vídeos

Além dos conteúdos, alguns formatos também têm adquirido mais importância e destaque na web. A procura por elementos animados e dinâmicos tem repercutido num expressivo aumento no consumo de conteúdo em vídeo. O YouTube, por exemplo, é acessado para acompanhar uma infinidade de conteúdos diversos, e essa plataforma permite que sejam postados vídeos em qualquer site, blog ou rede social. Por isso, a dica é apostar nos vídeos e manter esses canais integrados e atualizados com uma boa frequência.

Comandos de voz nas buscas

Os dispositivos de pesquisa por voz, como a Siri, estão sendo mais utilizados e a tendência é de aumento em seu uso. Segundo o Google, 20% das pesquisas móveis são realizadas dessa forma, e é natural que esse índice aumente nos próximos anos. Muitos avanços estão sendo efetuados no sentido de melhorar o reconhecimento de voz. Dessa forma, é importante começar a pensar também naquilo que o público pode pesquisar por comandos de voz. Uma dica importante pode ser a inclusão das palavras-chave de cauda longa nas páginas dos sites e apostar em uma linguagem mais natural. Lembre-se de que, nas pesquisas por voz, são comuns expressões como “como posso fazer...”, “onde posso comprar...”, “quero ir...”, entre outras.

Adaptação para mobile

As pesquisas mais recentes apontam que, com a popularização dos smartphones e tablets, o acesso à internet via mobile tem ultrapassado os acessos via desktop. Por conta disso, possuir um site otimizado para mobile deixou de ser um diferencial para SEO e para a comodidade do consumidor, passando a se tornar a regra. É essencial apostar num design responsivo multi-tela. Há, inclusive, ferramentas que permitem testar se um site é mobile friendly.

Engajamento

Bastante associado à qualidade do conteúdo, o engajamento também é levado em consideração pelo Google ao avaliar um site. Por isso, é preciso que a informação seja facilmente acessível, organizada e interessante para atrair a atenção dos usuários. Os sites cujo tempo de permanência na página é maior tendem a ser beneficiados, enquanto os sites com tempo de permanência curto, com alta taxa de rejeição, são cada vez mais punidos, pois esse tempo reduzido indica baixa qualidade ou desorganização.

Links

Os backlinks seguem importantes para SEO em 2018. Por isso, é importante associar o conteúdo de qualidade com links, em parcerias com portais de autoridade nos nichos dos sites. Isso aumenta a confiabilidade e a relevância da página dentro desse setor específico, o que também trará melhores posições orgânicas. Contudo, lembre-se de que baixa qualidade de conteúdo e links excessivos, que geram spam, podem gerar penalizações.

Fique atento às dicas e faça de 2018 o ano do sucesso na web!